Cirurgia no Ombro da Aposentadoria? Saiba mais!

cirurgia-no-ombro-da-aposentadoria

Uma pergunta muito frequente é se a cirurgia no ombro da aposentadoria, e a resposta envolve uma série de fatores que vão muito além da dor no ombro que você pode está sentindo.

Dependendo da extensão da cirurgia e da gravidade da lesão, o beneficiário pode se enquadrar no auxílio-doença e nos casos onde é impossível retornar às atividades laborais, talvez possa ser concedido a aposentadoria.

Ou seja, é necessário cumprir uma série de requisitos e a junta da perícia médica do INSS é quem vai definir se a pessoa pode ou não se aposentar em razão do problema no ombro.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre se cirurgia no ombro dá direito à aposentadoria ou outro benefício, e os passos a seguir, preparamos um pequeno guia com todas as informações.

Cirurgia no ombro da aposentadoria?

Como já falamos, tudo vai depender do tipo de cirurgia e possíveis sequelas, e se isso pode levar ao afastamento permanente do beneficiário do seu trabalho.

Os casos de cirurgia no ombro da aposentadoria são analisados um a um pela perícia médica do INSS, e na maioria das vezes, o beneficiário é afastado temporariamente de sua atividade laboral.

Em seguida, se for comprovada a impossibilidade de exercer as suas funções por causa da lesão no ombro, a aposentadoria por invalidez é concedida.

No entanto, é necessário cumprir alguns requisitos, como ter contribuído, pelo menos, 12 meses ao INSS e estar pagando a contribuição regularmente, além de outros.

Cirurgia no ombro da aposentadoria: o que fazer?

Antes de mais nada, é importante conversar com um médico ortopedista especialista em ombro e cotovelo e solicitar um laudo médico.

É importante que você explique o tipo de trabalho que faz e, com base na sua lesão, ele poderá lhe afirmar se é ou não irreversível.

Veja o passo a passo para requerer a aposentadoria:

  • Acesse o site Meu Inss ou ligue para 135;
  • Cadastre-se ou entre com seu login;
  • Selecione a opção “Agendar Perícia”;
  • Clique em “Perícia Inicial”;
  • Preencha todos os dados solicitados;
  • Anexe os documentos (por exemplo, o laudo médico);
  • Clique em Enviar.

Ao agendar o dia da perícia médica, é importante chegar com antecedência e levar seus documentos pessoais e tudo o que puder reunir sobre seu problema no ombro.

Além do laudo médico, qualquer outro exame, como radiografias, exames de imagem, etc.

Cirurgia no ombro da aposentadoria: como funciona a perícia médica?

Apenas para lembrar, no dia agendado para a perícia médica, é necessário levar os seguintes documentos:

  • Documentos pessoais, inclusive comprovante de residência;
  • Todos os exames e atestados médicos;
  • Dependendo da lesão no ombro, levar exames de imagem e/ou de sangue;
  • Receitas de medicamentos;
  • Carta da empresa mostrando o seu último dia no trabalho.

Além disso, avaliam onde você mora, escolaridade, função que exerce…

Como já foi falado, antes da concessão da aposentadoria, o segurado recebe o auxílio-doença, e se for comprovado realmente sua incapacidade permanente, a cirurgia no ombro da aposentadoria.

Ou seja, se for comprovado que não há cura ou possibilidade de melhora, o auxílio-doença é convertido em aposentadoria permanente/invalidez.

Para que a aposentadoria seja concedida, o segurado deve estar pagando o INSS, com pelo menos 12 meses de contribuição.

Vale lembrar também que, mesmo após a concessão do benefício, é preciso comparecer regularmente ao INSS, a fim de comprovar que você continua incapaz.

Cirurgia no ombro da aposentadoria: o que fazer quando é negada?

Vamos supor que você compareceu à perícia médica, levou todos os documentos e mesmo assim, sua aposentadoria foi negada.

Nesse caso, é possível entrar com um recurso administrativo ou com uma ação judicial.

Se você optar pelo recurso administrativo, existe um prazo de até 30 dias a partir da negativa. E novamente, você terá que reunir tudo que comprove a sua incapacidade.

No entanto, se o pedido for negado novamente, você pode contratar um advogado e entrar com uma ação na justiça.

Cirurgia no ombro da aposentadoria: qual médico procurar?

Como você viu acima, é necessário o laudo de um médico que ateste a sua incapacidade permanente.

Para isso, você deve procurar um ortopedista especialista em ombro e cotovelo, e o ideal é que seja o médico que fez a sua cirurgia.

Ele já conhece todo o seu histórico médico, tem todos os exames, e é a pessoa mais indicada a dizer se o seu caso é ou não passível de reabilitação.

Enfim, se você cumprir todas as exigências do INSS e constatada sua incapacidade permanente, a cirurgia no ombro da aposentadoria.

Compartilhar nas redes sociais.

Pinterest
Facebook
WhatsApp
Twitter

Procura por Ortopedista Especialista em Ombro e Cotovelo?

Dr. Thiago Barbosa Caixeta

ortopedista-ombro-cotovelo-goiania-dr-thiago-caixeta